Aula de Au Pair

Archive for Julho 2009

Como achar a familia perfeita? Essa eh a maior duvida que a gente tem, da ate friozinho na barriga.

Perfeita, perfeita mesmo eh soh a sua propria, mas a gente tenta achar uma familia legal pra morar junto. E eh tao dificil ver que a familia eh ruim soh pelos emails e telefonemas.

Aqui vao umas dicas:

A familia perfeita nao existe, entao o jeito eh se adequar as nao-perfeitas. Trabalhar com menos kids, claro, da menos trabalho. Mas tem criancas tao terriveis que valem por 3, pense nisso. Ter um carro seu facilita sua vida e muito, mas tudo bem se nao tiver um carro, voce pode viver de carona de amigas ou pegar busao mesmo. Eu me viro de bicicleta. Dirigir tambem exige responsabilidade, imagine bater o carro com as criancas? Eh uma dor de cabeca a menos. Se voce tiver carro, sempre tenha uma grana de emergencia, caso aconteca algo. As casas em geral sao maiores que a sua, mas nao quer dizer que sao melhores. Muita casa eh desarrumada e porca, se a sua family tiver housekeeper, ajuda. A familia pode continuir pai solteiro, casal de lesbicas, mae separada… nao tenha preconceitos. Se a familia tem um extend com ex au pair, otimo sinal. Se a familia te deu contato com a ex au pair, bom sinal tambem. Se a familia nunca teve au pair, cuidado, eles ainda nao sabem como eh, talvez seja bom, talvez nao. A mae que faz perguntas sem nocao na entrevista, com certeza eh paranoica e vai ficar te culpando por qualquer vermelhinho que aparecer na crianca, ou coisa parecida, tome cuidado. Da pra saber pelo tom de voz no telefone se a familia eh legal. Claro que pode errar, mas eh uma dica. Eh bom conversar com eles na webcam pra ver realmente como sao e assim voce pode imaginar com mais clareza se pode ou nao viver com eles. Host parents sao sempre ocupados, mas tenha certeza da rotina deles pra ver se vai trabalhar mais do que o programa pede ou se eles tem tempo pra ficar com as criancas. Crianca frustrada ninguem merece.

Faca o seguinte, bote na balanca, porque nao tem family sem lado negativo.

Anúncios

Inacreditavel, mas aqui nao tem cadernos bonitinhos como no Brasil, nao. Sao de capa mole, uma capa sem graca e folhas pautadas normais. Chatice! Nao tem nada daquela magia da papelaria do Brasil. Nada de folha desenhada, adesivos, tatuagem, cheirinho e frufrus em geral. Voce pode trazer um caderno bem lindo pra sua crianca, eh diferente. Ou pra voce ir a escola e fazer todo mundo morrer de inveja. Ja pensou: “Ah, eh do Brasil”. Orgulho maximo!

Ja disse que o mais importante eh como a familia te trata, certo? Se voce ja se tocou disso de verdade, vamos la:

Priorize suas prioridades.

O que eh importante para voce? Pense que voce vai morar 1 ano com uma familia que voce nunca viu na vida, tem que certificar de que nessa casa tera tudo o que voce precisa.

Se voce eh gulosa, pergunte sobre as condicoes das refeicoes. Pergunte o que comem e se voce pode comer toda hora, ou se tem horario restrito para isso. Vi que tem host family que tranca a comida, seria um inferno isso pra mim.

Se voce eh dorminhoca, pergunte se tem problema dormir ate tarde no seu dia de folga. Tem familia que nao gosta de au pair dormindo ate meio-dia, como tambem tem familia que nao se intromete no seu horario off. Certifique-se de tudo.

Se voce gosta de receber amigos, pergunte se pode. Pergunte se suas amigas podem dormir na sua casa, se podem ligar na sua casa, se podem visitar a sua casa, se podem nadar na piscina… A maioria nao gosta de nada disso. Minha host family ja hospedou o namorado da ex au pair por uma semana!

Pergunte se tem liberdade pra escolher o dia das suas ferias, se voce pode viajar com eles, se tem problema chegar tarde no sabado, se o carro tem curfew, se voce tem que fazer hora extra…

Mas todas essas perguntas vem depois de voce ter se apaixonado pela familia. Sao perguntas bobas perto do que realmente vem em primeiro lugar: o tratamento da familia.

A gente sempre idealiza na nossa cabecinha como passar o ano de au pair, o dia-a-dia com a familia, com as criancas, os lugares… E tudo cai a baixo rapidinho.

Gente, eu sei que voce quer ir pra Disney, que quer morar em Miami, que quer ver famosos na praia… Mas isso nao eh o mais importante. Voce pode visitar esse lugares quando viajar nas ferias! Sei que eh dificil desfazer de alguns “sonhos” de au pair, mas priorize a familia e como ela ira te tratar.

Ignore: a cidade, o estado, a religiao, o carro, a dieta alimentar, o cachorro, o clima…

De que adianta ter um carro lindo, celular, internet e ser tratada como lixo?

Tudo, tudo tem seu lado positivo e negativo, e com a host family nao eh diferente. Assim como voce, au pair. Nao va dispensando logo de cara soh porque a familia nao vai te dar um carro, ou tambem nao va aceitando de sopetao soh porque eles nao exigem ingles fluente e o seu eh horrivel.

Vou listar algumas coisas que eu acho importante:

Pontos positivos – um carro proprio; um quarto bonito; computador com internet; morar no centro da cidade; poder viajar com a familia; ter um ou dois filhos; ter kid potty-trained; os pais te tratarem bem; filhos timidos; os pais trabalham o dia todo fora, mas ficam a noite com as criancas; ser paga pontualmente; a familia ja ter tido au pair; as criancas vao pra escola e fazem varias atividades; as criancas sao estudiosas; eles terem empregada.

Pontos negativos – ter quarto ao lado das criancas; nao te pagarem as horas extras; nao ter liberdade pra decidir quando tirar ferias; ter horarios loucos; a familia nao eh americana e falam ingles estranho; a mae ta gravida; a familia quer que voce seja empregada; a familia nao te respeita; ter curfew; trabalhar nos fins de semana; nao ter celular; a comida fica trancada; ter cameras dentro da casa; a familia quer que voce fique com eles quando voce nao quer.

Mas acontece que o que voce vai saber pelas conversas nao vai ser exatamente o que voce vai ver na casa. O que eu acho que deve ser levado em conta eh como a familia conversa com voce no telefone, se sao atenciosos e amigaveis. Porque nao tem coisa mais insuportavel do que chefe grosso, ainda mais se for morar com ele.

Calma, menina, vai dar tudo certo. Quando a gente entrega todos os documentos e o application, esperamos que as familias entrem em contato logo. E o tempo passa, e nada! Entao aparece uma familia com 4 filhos e voce acaba aceitando com medo de que nao apareca outra. Nao eh bem assim, nao. Tenha calma.

Eu recebi meu primeiro contato apos 10 dias. Fiquei super feliz, ainda mais que eles moravam exatamente onde eu queria morar: Florida. Mas… 4 kids! Fiquei pensando no trabalhao que iriam me dar, entao nao deu certo o match. Depois o tempo passou, passou e ninguem mais se interessou por mim. Bateu o desespero, “ninguem me quer!”. Eeeeeee, por uma intervencao divina, uma familia apareceu bem na hora. E eh nessa familia que eu estou morando. Eles sao muito diferentes do que eu imaginaria como host family, a comecar por terem uma crianca especial. Mas isso nao vem ao caso.

O que eu quero que entenda eh que bate um desespero, sim, e eh natural. Sinceramente, as pessoas que tem um curriculo melhor, claro, serao mais procuradas, entao veja bem o que vai escrever na sua carta. Mas, cada um eh cada um, e nao quer dizer que nao vai encontrar uma familia porque voce nao tem faculdade ou nao dirige. As v ezes, eh exatamente assim que uma familia esta procurando.

Quando receber o primeiro contato, nao dispense na hora, muito menos feche na hora. Conversem e se conhecam, afinal, eh la que voce vai ficar por UM ANO! E, por mais que o tempo passe voando, eh um tempao, nao acha?



  • Paloma Barbosa: Caraaaaa depois de ler bilhardarios de blogs de Au Pairs.. e de juntar no word pontos importantes de cada blogzinho, achei um que teria a função do
  • Samara soares: Bruna voce ja fez au pair.? Quero fazer esse ano, porem meu ingles e bem basico. Voce poderia me ajudar
  • Tayna R. Rissi: amei muito valeu as obrigaçoessssssssssssssss bjsssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss